01/02/2010

Um Curso...?


Desde que comecei esta minha nova vida académica que ando com vontade de escrever sobre o ingresso ao ensino superior, ou melhor o que, na minha opinião se deve saber/ fazer antes de se ingressar no ensino superior. Isto porque vejo alguns colegas que se arrependeram e podiam ter evitado essa situação se tivessem tido os esclarecimentos necessários. Não quero com isto dizer que vou escrever um tratado sobre o que se deve saber antes de entrar na faculdade ou um tratado de como escolher o curso certo. Vou apenas dar algumas dicas que penso serem úteis e falar um pouco sobre a vida académica.
Existem três tipos de alunos no ensino secundário: os alunos que já sabem o querem seguir, os alunos que não sabem o que seguir e os alunos a quem isso não importa muito:"Logo se vê!".
Falo basicamente por experiência...
Quando se pensa em escolher um curso penso que para começar não é má ideia começar por elaborar uma "lista" com disciplinas que mais se gosta e depois fazer uma pesquisa sobre os cursos que têm como base estas disciplinas. Isto porque é sempre melhor estudar-se o que se gosta...Ou então fazer uma lista de cursos que seriam interessantes .
Há outra pergunta a que também é importante responder: "Candidato-me a um curso que gosto ou que tenha saída?". Se o curso de que se gosta tem saída, óptimo. Se não tiver, terão que escolher, estando sempre conscientes de que a escolha é vossa e serão vocês que viverão as consequências dessa escolha, seja ela boa ou má.
Depois de ter um curso em mente à que fazer alguma pesquisa, primeiro saber quais as saídas profissionais, se possível trocar algumas ideias com alunos do curso e com profissionais que exerçam a profissão pretendida. Isto é muito importante porque permite tirar duvidas, satisfazer curiosidades e aumentar o interesse pelo curso ou fazer ver que afinal não é bem aquele o curso de que estavam à procura.
Depois deve-se ver quais as faculdades que têm o curso que desejamos, quais delas são as melhores, que tipo de curso é e como o curso está organizado.
Muitas faculdades durante o Verão têm estágios para os alunos do ensino secundário, podem informar-se no site da ciência viva ou estar atentos aos cartazes expostos nas vossas escolas...
Aconselho vivamente aos alunos que puderem a frequentar estes estágios. Permite que tenham um contacto mas próximo com as faculdades e os seus professores, ajudam a tirar muitas dúvidas e alargam-nos os horizontes em muitos sentidos...
Como disse no inicio o meu objectivo com este post é tentar ajudar os alunos que eventualmente estejam nesta situação...
Informem-se o mais que puderem antes de tomarem uma decisão, mas lembrem-se que se em qualquer momento durante o curso chegarem à conclusão de que não é aquilo que querem, não há qualquer problema em mudar: é o vosso futuro que está em jogo.
Boa Sorte ;)

6 comentários:

antonio - o implume disse...

Olha, os manuais de auto-ajuda são do que mais se vende! Seria uma forma de obteres um bom retorno do teu investimento académico...

Metódica disse...

Hummm...
Sim, realmente ajudaria sempre a pagar pelo menos parte das propinas :P

alf disse...

Dificil escolhermos o rumo... bem, eu nunca tive esse problema nem nenhuma dúvida, no meu caso foi muito fácil por simples exclusão de partes, a minha cabecinha só dava mesmo para uma coisa rsrsr.

Uma achega: devemos escolher pela positiva, aquilo que queremos, não na base do «mal menor», já que tenho de tirar um curso... esse curso depois não vai servir para nada a não ser que se tenha o cartão de um partido político.

Metódica disse...

O Alf pertence a um grupo sortudo, já sabia o que queria :D

Sempre gostei de matemática e nunca tive problemas com ela. Mas quando entrei em ciências no ensino secundário eu procurava uma alternativa ao curso de História (que não tem muita saída).
E a verdade é que me apaixonei pela matemática!
Cheguei a considerar física, que também adoro, mas apesar de adorar física não tenho jeito nenhum para isso :P

E sei que fiz a escolha certa, embora mais tarde queira descobrir coisas novas ;P


-Lá está: no contact, no contract! ;P

alf disse...

Uma pergunta básica - apetece-me entrar numa lógica desconstrutiva - queres tirar um curso para quê?

Na verdade, a questão a que terás de responder é: o que queres fazer na vida e o que queres da vida?

Se souberes as respostas, escolhes depois o curso que te possa habilitar.

Já vi que ja pensaste num aspecto que queres da vida - estabilidade económica; por isso desististe de História. E fases bem em pensar na estabilidade económica.

Portanto, uma questão que me parece imnportante é: como é que vou ganhar dinheiro?

Diferentes pessoas poem diferentes questões - umas querem fama acima de tudo, outras poder, outras aplauso, outras fazerem determinadas coisas, outras saberem determinadas coisas.

Não queremos só uma coisa; ou melhor, precisamos de acautelar varias situações para chegar onde queremos.

Para mim a estabilidade económica foi uma questão importante. Não o objectivo de ser rico, mas o objectivo de ser autónomo, poder fazer o que estou hoje a fazer, as minhas investigações independentes.

E temos sonhos não é? Qual é o teu sonho?

Pessoalmente, vejo-te com muitos futuros. O Futuro é sempre um sitio onde damos muitas cabeçadas, com muitos projectos que falham e outros que são bem sucedidos. Acho que vais ter muitos sucessos - pelo menos, não tenho duvidas de que mereces tê-los e que a sociedade vai beneficiar da tua passagem por este mundo

Metódica disse...

Alf

Obrigada pelas suas palavras!
Espero que tenha razão...

Digamos que tenho um sonho e muitas ideias, umas melhores que outras mas todas mais ou menos plausíveis :P
Neste momento o sonho é tornar-me matemática, depois só o futuro o dirá :)


Mais uma vez, obrigada!