12/09/2008

Enigma I


Durante a segunda guerra todos os pormenores eram importantes e toda a informação valia ouro. Quem conseguisse transmitir e receber informação de uma maneira segura estava em grande vantagem. Por isso quando o exército alemão teve conhecimento de uma máquina de cifra chamada Enigma proibiu a sua comercialização e fez com que, após algumas alterações, passasse a ser de uso exclusivo do exército alemão.
Esta máquina colocava os alemães em grande vantagem, pois os aliados não conseguiam ter acesso à informação quando conseguiam interceptar as mensagens.
Certa vez, o exército alemão mandou um exemplar da Enigma por engano para a sua delegação na capital polaca pelo correio vulgar. As autoridades mal souberam do sucedido começaram a averiguar o paradeiro da máquina o que despertou a atenção dos funcionários da alfândega polaca e com tudo isto o departamento de criptografia polaco conseguiu um fim-de-semana para examinar a Enigma entregando depois, a máquina às autoridades como se não tivesse sido tocada.
As chaves de codificação da Enigma foram determinadas por decifrafores polacos através de processos dedutivos.
Isto colocou os aliados em vantagem, agora conseguiam ler as mensagens cifradas pela enigma e assim saber o que andavam os alemães a fazer. Os alemães ignoravam a descoberta dos aliados e estes também não queriam que a descoberta fosse do conhecimento do inimigo.
Este segredo era de tal maneira importante que uma vez os aliados souberam que os alemães iam bombardear uma cidade inglesa e não avisaram a população para não chamar a atenção dos alemães.
Nos próximos posts vou tentar explicar o funcionamento da Enigma e vou falar de um matemático, Alan Turing, que deu um grande contributo para a descoberta de um método de descodificação das mensagens cifradas pela Enigma.

10 comentários:

antonio - o implume disse...

Os enigmas da história são sempre fascinantes!

Metódica disse...

Grande verdade meu caro implume :)

Marius disse...

very very nice blog, continue to update!
greetings from italy bro!

Marius

Metódica disse...

Thanks Marius =)

Wellcome to Método

alf disse...

humm.. esta versão nunca tinha ouvido! Tenho de fazer uma investigação... as outras que ouvi são muito mais heroicas... até há um filme sobre a captura de um submarino alemão para apanhar uma máquina destas. Mas esta, como parece um bocado estúpida, deve ser a verdadeira rsrsrs

Tens aqui matéria interessante para muitos posts. Venha o próximo!

Metódica disse...

Alf!!
Obrigada :)

dissidentex disse...

Alf( e restantes)

a História do submarino é verdadeira, mas não é como foi contada num filme que anda por aí, em que os ingleses foram substituídos por americanos, na história do filme.

Mas a ideia dos Ingleses era mesmo apanharem a máquina,porque assim podiam eles próprios replicar mensagens.

Metódica disse...

Seja bem aparecido meu caro Dissidente X :)

Humm... vou investigara história do submarino...

antonio - o implume disse...

Ai,Ai,Ai!

Isto está muito parado!

Metódica disse...

É verdade António vou ver se ainda esta semana ponho alguma coisa...

Posso sempre por um video ;) (hihi)