17/08/2008

Um Desafio


A Fá Menor deixou um desafio no seu blog para todos os seus leitores. O desafio é do blog Ticho.
O texto que eu fiz não é uma história, mas foi feito a partir da imagem... :P
Já agora desafio os meus leitores a fazerem uma história a partir do que esta imagem vos transmite.

A noite já vai alta, mas para ela pouca diferença faz, está acostumada a deitar-se tarde, mas esta noite não tem intenção de ir dormir.
Esta noite acendeu três velas no velho castiçal de família, tinha um carinho especial por ele. Era daquelas relíquias que vão passando de mãe para filha. Gostava de pensar que aquele castiçal tinha séculos de existência, que tinha pertencido a parentes importantes, talvez até da nobreza, na altura em que Portugal ainda era uma monarquia.
Nunca percebeu muito bem porquê, mas gostava de ver as velas arderem naquele velho castiçal cheio de história, gostava de ver as chamas dançarem ao som de uma melodia muda. Lembrava-se de que em criança passava horas a olhar para as velas, na noite de Natal, quando a sua mãe as acendia no castiçal.
Hoje não é natal, mas ela também já não é criança e a mãe também já não é viva, faleceu à dois anos num horrível desastre de automóvel.
Estamos no inicio de Janeiro e um frio intenso veste as noites, mas ela não sentia frio, não sentia nada. Sentada no chão olhando as chamas, a sua mente era assaltada por todas as suas memórias, por todos os seus fantasmas, por todos os seus medos e ela via tudo isto desfilar à sua frente como se ela própria fosse alguém de fora, como se estivesse a assistir um filme num cinema.
Não consegue evitar, ela precisa destes momentos, são momentos só dela em que pode meditar à vontade, rever toda a sua vida, todos os seus sentimentos.
Acompanhada pelo seu velho castiçal entra no mais íntimo do seu ser, nas profundezas da sua existência, enquanto lá fora, todo o Universo dorme tranquilamente.

8 comentários:

Cátia disse...

Ola Metódica.

Vejo que o meu desafio já chegou aqui, e fico muito feliz por isso. Tenho algumas estórias que fui recebendo ao longo destas semanas, incluindo da minha queridissima amiga Fa Menor, que irei publicar no Ticho. Se nao se importar, "roubo-lhe" a estória para a juntar as outras.

Obrigada pela resposta ao desafio, voltarei mais vezes. E fica desde já o convite para ir conhecer as restantes estórias.

xi

Metódica disse...

Cátia seja bem vinda!

Esteja à vontade não me importo nada até porque o desafio é seu :)

Obrigada pelo convite, irei conhece-las sim senhora!

Fa menor disse...

Lindinha,
obrigada por responderes ao desafio.
Gostei da tua estória que acho bem escrita, para quem diz que escrever estórias não é a sua especialidade... até que não está mal :)
Queres ver por onde anda a autora do desenho?... anda comigo! vê em: Partilhas em Fa menor ;)

Bijinho

Metódica disse...

Fá Menor =)

Eu não custumo escrever, po isso n sabia o que ira sair daqui.... :P

antonio - o implume disse...

Adorei o castiçal que aqui acendeste cheio de emoção, luz e esperança. Esperança que continues a escrever... pega em imagens e parte daí.

Olha, bem a propósito, tenho um novo blog de implumiscências visuais.

Metódica disse...

Fico feliz q tenha gostado António!
Confeço que me sinto muito lisongeada porque, como sabe adoro a sua escrita :)

Talvez continue a escrever como me sugere.
Às vezes sinto essa necessidade, mas depois de ter escrito qlqr coisa acabo por deitar fora :P
Pode ser que futuramente apareçam mais histórias...

alf disse...

Hummm... gostei da maneira como mandaste passear tudo aquilo que o desenho representa, a imagem da adolescente perdida em sonhos fúteis, e sobre ele construiste a imagem de uma mulher que é um ser humano inteiro, um desbravador de universos. Subtil e avassaladora a passagem de uma coisa para a outra. Muito bem.

Metódica disse...

Alf
Bem, que grande elogio, muito obrigada :)

Eu não quis escrever uma história sobre princepes e princesas, inspirei-me no quadro mas tentei escrever uma coisa diferente, algo que o quadro me dissesse mas que não fosse um sapo e uma princesa...
Pelos vistos nem me saí mal :P

Acho que com comentários tão positivos vou começar a postar uma história de vez em quando.